terça-feira, maio 17, 2011, posted by # 7 at 22:43

Ora aqui está uma das grandes afirmações do século XX e XXI, se me é permitido escrever (e se não é, FUCK WHAT PEOPLE THINK).

Toda a gente diz à boca cheia que o que os outros pensam não interessa, que o importante são os valores individuais de cada um, que cada um sabe de si, enfim, tanta, mas tanta TRETA, que não vou estar para aqui a evidenciar todas elas.

Senão, vejamos: o puto que tem a mania que é cool, cheio de brincos e tattoos, que se veste de forma irreverente, diz que não quer saber do que os outros pensam. Ora, isto até pode ser verdade. Verdade porque esse mesmo puto tem, para além de todos os que falam mal dele, os outros, que o idolatram, que o seguem, que fazem o mesmo que ele. E são esses que lhe dão a força para continuar a ter este pensamento absurdo.

Façamos então um exercício, simples, até para alguém menos dotado de cultura geral. Um puto desses, sai à rua e descobre que ninguém, mas é que mesmo ninguém lhe acha piada. A sua irreverência é vista apenas como uma triste forma de chamar a atenção, os seus amigos não concordam com a sua maneira de ser e, este indivíduo, passa os dias só, pois ninguém se aproxima dele, pois ninguém o aceita. Por muito que venham dizer que não mudavam, a verdade é que todo e qualquer ser humano pensaria de imediato em alterar as suas atitudes, por forma a ser aceite.

Sim, é fácil ter mil contra nós, se tivermos dez que nos apoiam incondicionalmente. Até é fácil ter mais de mil contra nós, se cinco forem nossos devotos fãs. Mas a verdade, e essa pode ser alvo de refutação constante, que não deixa de ser verdade, é que poucos são os que aguentam uma afirmação sem cooperação. Eu pago se aparecer alguém assim à minha frente.

O que os outros pensam é sempre importante. Quer seja bom, quer seja mau.E a negação de tal facto apenas demonstra, mais uma vez, a ignorância e a presunção da raça humana.
 
1 Comments:


At 17 de maio de 2011 às 22:50, Blogger NarakI

Paga-me xD (bem queria...)

(Oh, mas esta chata ainda cá anda a coscuvilhar ._.)

 


Emanuel Simoes

Criar seu atalho