sexta-feira, abril 10, 2009, posted by # 7 at 18:55
Hoje é Sexta-feira santa. Um dia em que supostamente temos que fazer sacrifícios, sendo que um deles é não ingerir carne. Não me parece grande sacrifício, tendo em conta que existem tantas alternativas, mas ok.

Podemos comer de tudo o resto, à grande, à guloso. Peixe e doces com fartura, bebidas podem ser antes, durante e depois das refeições, vale tudo, menos claro, comer carne.
É que a carne deve ter algum significado maléfico que faz com que seja pecado o seu consumo neste dia, ainda que de resto nos possamos lambuzar que nem alarves.

Ainda assim, hoje de manhã, consegui ver algumas pessoas no McDonalds. Grandes malucos, a desafiar o patrão lá de cima. Ainda lhes cai um raio na mona.
Se bem que para mim, o simples facto de observar constantemente pessoas a degustar hamburguers logo pela manhã, já deveria ser considerado um pecado, punido severamente com chicotadas intensas, mas isto é apenas a minha opinião. E eu sou BURRO mesmo.

O que realmente me levou a escrever este post que certamente será considerado de mau gosto por muita gente (e eu não me importo nem um pouco), é que acho um piadão ao facto de comer carne ser um pecado neste dia festivo com a justificação de que nos devemos privar de luxos, como Jesus fez, mas enchemo-nos de álcool, doces, bolos, amêndoas, ovos de chocolate, enfim, o derradeiro sacrifício.

Eu por mim, hoje já fiz o meu sacrifício. Fui correr e tenho feito as minhas flexões. Ah espera, isto é um sacrifício mas é para os outros. Eu gosto. Ups, sou um pecador.
 
1 Comments:


At 16 de abril de 2009 às 16:54, Blogger Lara Lisboa

Oi pecador.Concordo que essa hipocrisia que cerca os feriados já anda a dar nos nervos.A maior parte das pessoas já nem se importa com a comemoração ou sequer lembra do que se trata.Ou são datas para se gastar tudo e mais um pouco ou então para viajar e gastar ainda mais.Tudo virou desculpa para gastos exorbitantes ou festas regadas a muita comida e bebida.Não acho que ninguém deva ter a pretensão de ser santo,mas agir como pulha o ano inteiro e vestir a roupinha de santo nas datas especiais é um bocadinho demais, não acha?Por isso, faça suas flexões,sua corridinha,coma bem e viva feliz.De certo que andou mais próximo do verdadeiro sentido da comemoração que os devoradores compulsivos...lol.Beijoca

 


Emanuel Simoes

Criar seu atalho